COVID AINDA É AMEAÇA MINISTRO DA SAÚDE DA GUIANA

COVID AINDA É AMEAÇA MINISTRO DA SAÚDE DA GUIANA

GUIANA

Dia 21° de Octubre,2022.

Embora as infecções registradas por COVID-19 tenham reduzido significativamente, com menos casos sendo detectados diariamente, o Ministro da Saúde, Dr. Frank Anthony, alerta que a variante BA5 ainda é uma ameaça.

Durante a atualização diária do COVID-19, o Dr. Anthony lembrou às pessoas que a vacinação contra o vírus reduz significativamente as chances de doença grave e possível morte.

É importante ressaltar que o ministro observou que as pessoas não vacinadas são mais suscetíveis às muitas variantes do COVID-19 que estão surgindo.

“Temos Regiões em nosso País onde as Taxas de Vacinação são baixas. Essas populações permanecem vulneráveis ​​ao COVID-19 e, com as mutações que estão ocorrendo, certamente seriam mais vulneráveis ​​do que as pessoas vacinadas”, alertou Seu Anthony.

Além disso, ele observou que a variante BA5 ainda é uma grande ameaça, pois é uma variante da mutação Omicron. Outras variantes circulantes são as variantes BK1 e BK1.1.

Ministro da Saúde, Dr. Frank Anthony.

“A variante mais prevalente que está circulando é uma variante de Omicron e essa é a BA5”, disse o Ministro da Saúde.

Ele observou que os Estados Unidos da América (EUA) realizaram testes e descobriram que a variante BA5 está em 68% das variantes emergentes.

Portanto, embora o número de infecções BA5 tenha diminuído, a variante continua a se espalhar causando muito mais infecções.

O Ministro disse que a aceitação diária de vacinas COVID-19 é de apenas cerca de 200 pessoas de todas as idades. Ele acrescentou que, embora haja 25 pessoas em isolamento domiciliar, há uma pessoa recebendo tratamento no Hospital de Doenças Infecciosas de Lilienaal, na Cidade Georgetown, Guiana.

“Essas vacinas, como sabemos, salvaram muitas vidas das pessoas, especialmente durante a onda Delta, quando vimos as pessoas ficarem bastante doentes e muitas delas acabaram no hospital.”

“Se você for vacinado, suas chances de adoecer são severamente menores e, portanto, essas vacinas evitaram muitas mortes”, disse o Ministro.

Ele observou que a desinformação continua a se espalhar sobre a doença e as vacinas, especialmente em certas partes da Guiana. As regiões do interior têm sido uma área menos responsiva para a adoção da vacinação contra a COVID, mas o Ministério da Saúde embarcou em várias campanhas para informar as pessoas e dar mais boas-vindas às vacinas que salvam vidas.

 

Edward Anthony Persaud

INDEPENDENT MEDIA PRACTISING PROFESSIONAL

Learn More →
Traduzir »